Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 24 de janeiro de 2009

Torpe Lupus

Saúda-me o gosto do suor
Dos lábios teus, tua pele e teu pulsar

Do ritmado som do impacto do corpo
Do meu ao teu
Do teu ao céu
Do céu ao mar

Mar que te encharca a pele nua, e dentre coxas
Onde me enlaças
A cintura
A cavalgar

Ao trote denso dos amantes de outros tempos
Ao saborear
Teu corpo em Pêlo
A me tocar

(.:Ricardo Vieira:.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por registrar sua impressão.

Pratique a Digitação