Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 25 de outubro de 2009

.:|DE|CO|RA|ÇÃO|:.

.:|DE|CO|RA|ÇÃO|:.

Teu peso é bom
Pousa em meu peito, leve
Como aquele som

Que entoavas
Quando os corpos
Se enlaçavam

Sussurro baixo
Cujo o ritmo ditei
Em plena aurora
E em compasso acelerado

Eu me fiz Rei
Quando teu grito
Contraído e abafado
Verteu-me o gozo
E me fizeste coroado

E ao fim da cena
Feita plena a exaustão
A imensidão da noite
É manhã amena

Acarinhando teus cabelos
Eu descanso
Um sono manso
Bem desperto, a observar
O impossível de negar

É estampado:

De coração te digo
Pouco há tão lindo
Quanto meu chão
Com tuas roupas decorado

(.:|Ricardo Vieira|:.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por registrar sua impressão.

Pratique a Digitação